{LBR} Capitulo 3


Olhava no espelho diversas vezes ainda não acreditando que aquele garoto era eu, a mudança feita em meu visual me deixou bonito, sendo humildade minha deixada de lado. Ria baixo imaginando como ficaria esse rosto de criança depois de minha primeira luta, estaria inchado e machucado cheio de hematomas. Formara uma careta no rosto ajeitando a gravata, uma ultima olhada no espelho para pegar minha mochila e descer as escadas indo para a cozinha. O aroma fresco do café da manhã pronto me garantia energias para o meu primeiro dia de aula.

- Bom dia. - Sussurro recebendo sorrisos de minha família.

Sento-me na cadeira começando a tomar leite com café passando a observar minha mãe dando seus avisos á meu irmão sobre cuidar bem de mim na escola, e para meu padrasto não perder a hora do almoço para descansar. Como era calma aquela harmonia, fazia anos que não sentia isso. Com o meu pai tudo era na correria e isso para mim era divertido, uma vida agitada era o que sempre queria, ficar parado parecia desperdiçar um segundo de minha vida me permitindo chegar mais rápido á minha morte.

- Luhan não ande com estranho caso estiver longe de seu irmão.

- Mãe sei me cuidar. - Sorri para ela. - E a escola nem é tão longe daqui, então qualquer coisa venho para cá.

- Isso isso, melhor do que ficar na rua sozinho. - Ria ela continuando a tomar de seu café.

- Vamos hyung.

Baekhyun se levantou se despedindo de minha mãe, faço o mesmo beijando de seu rosto seguindo Baekhyun para fora de casa. Via alguns garotos e garotas seguirem seus caminhos com o uniforme parecido ao meu, suspiro baixo rezando aos céus para não chamar atenção naquele lugar, preferia ficar quieto em meu canto sem falar e sem ser chamado para algo.

Durante o caminho fomos encontrando alguns amigos de meu irmão, Min Seok andava ao meu lado contando sobre algumas curiosidades da escola, e tentando me deixar confuso com as matérias, já que na China eu não prestava muita atenção nas aulas. Caminhamos por dez minutos para logo chegar nos portões, soltara grandes suspiros ansioso recebendo um pequeno tapa no ombro de meu colega de box, respiro fundo adentrando os portões olhando ao redor boquiaberto. Acreditava que a escola seria totalmente entregue a atletas e por isso não deveria ser tão arrumada por dentro sendo bem simples, e agora vejo que estava errado. Sua decoração era de deixar queixos caídos, réplicas de quadros feito pelos próprios alunos podia ser notado do lado de fora pelas grandiosas janelas, arquitetura bem feita enfeitando os corredores, um jardim muito bem cuidado no lado de fora, ginásios pequenos para a educação física, olhando ao redor vejo algumas garotas usando acessórios de ultima geração tecnológica, o que me faz sentir um pequeno garoto pobre.

- Não se assuste, a elite gosta de se intrometer para ficar famoso. - Sussurra Yixing. - A educação daqui é boa por isso os homens de negocios colocam seus filhos aqui, para aprenderem a ter uma boa postura.

- Pensei que aqui era apenas para atletas.

- E é, mas quem vai explicar isso á eles?

Balanço a cabeça seguindo até o centro do prédio, formamos uma pequena roda onde meu irmão começara a explicar para mim onde ficava a sala dos outros.

- A sua fica no segundo andar. - Explicava ele. - Não desgrude do Min hyung é fácil de arranjar briga com as pessoas aqui.

- Então se cuide. - Sorrio para ele. - Não pretendo perder uma briga com esses garotos daqui.

- Te adoro hyung. - Sorria Baekhyun me abraçando. - Então vamos que o sinal já vai tocar.

Min Seok abraçou meus ombros sorrindo me guiando para a nossa sala, nos corredores posso suspirar aliviado vendo que ninguém notara a minha estranha presença. Subimos as escadas e posso dizer que o segundo andar, tal como o primeiro, era belo e bem decorado, creio que tudo por ali é bem planejado. Admiro os quadros me lembrando de meus desenhos nada belos, o que me arranca uma risada abafada, talvez nenhum quadro meu seja pendurado ali. Olhando as belas obras encontro uma réplica de Mona Lisa, uma réplica perfeita.

- Sabe quem fez? - Perguntava Min Seok olhando. - Foi Kyung Soo.

- Sério? - Olho surpreso vendo a assinatura do mesmo no final do desenho. - Uau.

- Ele é o aluno brilhante da escola, com esse quadro ele ganhou o primeiro lugar em um concurso entre escolas, ele é muito talentoso.

- Que inveja, eu só sei desenhar em palitinhos.

- Eu também.

Rimos continuando a andar para chegar na nossa classe. Estava cheia de certa forma e algumas pessoas me olhava de cima á baixo, suspirei sentindo meu rosto esquentar me escondendo atrás de Min Seok que apenas apontava onde eu iria sentar. Ajeitei-me na carteira esperando o primeiro professor chegar, assim que o mestre fez sua entrada tive de me levantar e me apresentar á turma, o que era um ritual mais odiado por mim.

- Olá sou Luhan sou o aluno transferido da China, espero que nos demos bem.

- China? - Perguntava uma garota de cabelos negros e pele alva. - Uau você é bem bonito.

- Ahn obrigado. - Suspirei baixo voltando ao meu lugar olhando em pedido de socorro para o mais velho que apenas ria.

- Ah Senhor Luhan, creio que sabe sobre o sistema de esportes da escola. - O professor me olhava com uma folha de papel em mãos, assim desviou o olhar para mim e logo assenti lembrando as palavras de Yixing. - Bom como professor de educação física gostaria de saber se pretende participar de algum clube esportivo.

- Ah eu já sou membro do clube de box.

- Box? - Perguntava o professor cruzando os braços. - Estou curioso quanto ao clube de box particularmente, já que o senhor Min Seok também é membro, então peço uma pequena demonstração de treino.

- Ah professor. - Intervir Min Seok. - O clube é a parte, não está dentro dos planos da nossa escola, sendo assim os treinos são secretos.

- Engano seu Senhor Min, foi me informado nesta manhã que o treinador do clube chegou ao país sendo assim os papeis serão assinados essa tarde.

- Bom - Suspirei baixo, olhei Min Seok que parecia não estar muito contente em ter que revelar o seu modo de lutar dentro de um ringue para o professor, e ao julgar os olhares curiosos de meus colegas de classe, creio que negar vai ser difícil para o futuro do clube - Não comecei meu treinamento aqui, sendo então tudo o que aprendi foi ensinado na China, então posso demonstrar apenas um pouco.

- Tem certeza? - Sussurra Min Seok. - Yixing odeia que os outros se intrometam no treinamento.

- Tudo bem, eu apenas me aqueci com ele o que eu sei aprendi com meu pai. - Sorrio para o mais velho que assentia.

O professor parecia querer apenas em avaliar para alguma coisa da escola, não parecia estar muito interessado á respeito do clube de box. Não sabia muito bem á respeito do clube de box e os demais, assim como não tinha o menor interesse em saber, porém uma coisa que eu odiava, e ainda odeio, é chamar atenção desnecessária. Min Seok apertava os dedos ansioso eu o olhava e via o medo em seus olhos, em um pequeno papel vi ele se debruçar a escrever algo, não dei muita importância assim prestando atenção naquilo que o professor explicava para os demais alunos. Senti um toque quente em meu braço vejo os olhos brilhantes do mais velho que esticava o pedaço de papel para mim, o peguei desdobrando o mesmo vendo sua caligrafia. O fato principal era, eu não era bom em leituras do hangul, na verdade preferia que conversassem comigo para que eu entendesse melhor, corei ao notar que estava tendo um pouco de dificuldade, o que parece não ter passado despercebido pelo mais velho, que se aproximou sussurrando em meu ouvido.

- Avisei Yixing pelo celular sobre isso, ele respondeu pedindo para que você não faça nada demais, apenas me bata.

- Ahn não era isso o que eu iria fazer. - Olho o mais velho começando a ficar nervoso. - Digo, eu apenas iria demonstrar alguns golpes, não tinha cogitado a idéia de bater em alguém.

- Temos que fazer isso, apesar de você já ter dito que treinou em outro lugar, Yixing quer que o nosso clube tenha uma boa reputação para recrutar mais alunos.

Olhei ao redor vendo os alunos se levantarem e saírem de sala seguindo o professor de educação física. Não se demorou para que nós dois nos levantássemos e seguissem eles, um pouco mais atrás, ainda cochichando o que deveríamos fazer.

- Eu realmente não quero te machucar, não sei como vocês treinam e nem sei qual a força que devo usar.

- Sou forte. - Dizia ele rindo baixo. - Não se preocupe, apenas faça o que for fazer e eu irei corresponder ao seu nível. Creio que tenhamos a mesma força.

- Rezo por isso. - Sorri.

Adentramos em um vestiário masculino, suspirei baixo olhando o mais velho que apenas puxava meu braço até o armário que já teria o meu nome. Vejo a chave já na fechadura logo a abrindo vendo o meu uniforme da matéria ali, dobrado. Suspiro baixo novamente olhando ao meu redor vendo os garotos se despirem e começarem a se trocar, coro ao vê-los serem fortes e bem estruturados, enquanto eu era apenas um garoto magro. Tiro a camisa timidamente a dobrando colocando dentro armário, vestindo a camiseta branca e vermelha que era do meu tamanho. Talvez na minha ficha de inscrição mamãe tivesse colocado minhas medidas. Retiro os sapatos seguido da calça, vestindo a bermuda vermelha e o par de tênis esportivo.

Fecho o armário vendo Min Seok sentado no banco amarrando o tênis para assim seguirmos o caminho até o ginásio. Os alunos faziam um circulo em volta do professor que arrumava colchonetes pelo chão, ele sorriu em minha direção me chamando com o dedo, engoli em seco olhando para Min Seok que apenas sorria me puxando para frente, ficando no meio daquela roda diante de meus novos colegas de classe.

- Muito bem, já que entrou na metade do semestre, irei considerar isso como uma avaliação para sua nota das primeiras provas, assim ficará mais fácil de somarmos a média final. - Sorria o professor. - Apenas demonstre o que sabe, faremos uma pequena luta, de apenas um round.

- E só irei conseguir uma boa nota se eu “ganhar”?

- Pode ser. - Ria ele. - Irei julgá-lo por um todo, cada desempenho seu, cada passo, cada golpe que desferir e acertar e errar, e até seus tombos. Tudo será avaliado.

Assenti vendo o mestre se afastando conversando com os alunos enquanto isso Min Seok me entregara um par de luvas sorrindo largamente, no final das contas ele parecia tão ansioso quanto eu. Vesti as luvas movendo minhas mãos dentro delas, eram estranhas estava tão acostumado com a velha que meu pai usava, que essas novas que foram lançadas me parecem apertadas em demasia, talvez para lacear mais tarde. Nos posicionamos um de frente para outro, vejo que o mais velho adquiriu uma postura de ataque e seus olhos já deixaram de ser inocentes para se tornarem raivosos. Suspiro baixo nervoso ouvindo o apito vindo do professor.

O mais velho não se demorou para vir em minha direção e desferir um golpe, por um pequeno choque de adrenalina me abaixei acertando um soco em sua barriga o fazendo se distanciar. Tentei deixar de estar ansioso e nervoso, isso poderia não me ajudar durante minha performance, olhei de soslaio vendo os olhos do professor que me observava atentamente, voltei a olhar para Min Seok que acertou um soco em meu rosto sussurrando um desculpe. Senti meu rosto ficar quente, lembrava de quando treinava com meu pai e o via apanhar de algum de seus adversário, baixei os meus braços em sinal para que Min Seok atacasse, tal aviso que ele notou e se aproximou, desviei de si indo para a direito usando o punho direito para lhe acertar o rosto, ao vê-lo cambalear usei um golpe cruzado o fazendo cair no chão nocauteado. 

O apito soou novamente com o fim da demonstração retirei as luvas as jogando para o lado ajudando Min Seok a se levantar vendo o mesmo ria baixo divertido, olhei seu rosto vendo apenas uma mancha roxa onde fora dado o soco, assim rimos ao olharmos um para o outro. Sentira alguns braços em meus ombros olhei ao redor vendo os colegas de classe me cercarem sorridentes dizendo alguma coisa, mas eram muitos coreanos falando ao mesmo tempo, minha mente lenta não conseguia processar o que diziam, sendo a única escapatória um obrigado em chinês.

●••●

Ríamos do ocorrido na aula de educação física afinal de contas aquela foi a minha primeira demonstração em frente á tanta gente. Ao que havia notado, a escola era típica de gente rica, as noticias corriam rápido por ali então a maioria dos alunos me olhavam com olhares espantosos, se isso era bom ou ruim já era outra história. Assim chegamos a nossa sala, nos sentando esperando o restante da turma e o professor da aula seguinte, Min Seok me contava sobre suas história como iniciante no clube de box, dizendo o quão exigente era o nosso capitão, Yixing. A forma como ele me contava os treinos me deixava mais ansioso para o meu primeiro dia como membro oficial, assim como pretendia em breve entrar em minha primeira competição.

O professor seguinte já chegara á sala e começou a sua aula, o assunto fora abafado me deixando totalmente curioso. Já vira treinos de profissionais, e agora eu estava para me tornar um. Tinha tanta coisa para aprender, que nem se passava na cabeça por onde começar. A luta de box poderia ser algo que só se entende na prática, mas creio eu que um pouco de teoria poderia ajudar na imaginação. Queria criar novos golpes e me torna uma lenda dentro do ringue, quero que o meu nome jamais seja esquecido.

- Parece disperso. - Sussurrava Min Seok próximo a meu ouvido. - Logo será pego se continuar assim.

Soltei uma risada baixo sendo repreendido pelo professor. Bom nada ajudaria não estudar, preciso ter um segundo plano de vida em mãos, caso o primeiro não funcione. Apesar dos pesares a aula até que fora interessante, a forma como o professor propunha a aula deixava os meus colegas de classe totalmente presos, podia-se ouvir os barulhos que os celulares faziam ao vibrar sobre a mesa, mas parecia que ninguém se importava com o mundo lá fora quando estavam imersos sob a protagonização do professor de história.

As horas foram se passando e o sinal para o intervalo chegou. Olhando a janela vi a brisa vir com força fazendo com as folhas se soltasse das arvores e batessem contra a vidraça, um arrepio passou em minha pele tinha a sensação de algo estava errado ali. Levantei-me pegando o celular digitando mensagem á meu irmão, uma mensagem apenas perguntando onde ele estaria para almoçarmos juntos, mas não obtive uma resposta. A aflição tomou conta de meus sentidos, era apenas uma sombra de um pensamento se passando em minha consciência, mas um pensamento chato que me deixava angustiado, me deixava atento. Min Seok notou isso e logo se colocou a minha frente.

- O que houve?

- Tem alguma coisa de errado. - Suspirei, logo alguns alunos corriam ao meu redor para uma única direção, o coração falhava a batida de quanto mais eu me aproximava. - Isso não é bom, não mesmo.

- Realmente, vamos ver o que é.

Corremos junto ao grupo de alunos que corriam pelos corredores, os pensamentos mais polêmicos surgiam em minha mente me deixando atordoado, segurava o celular em meu bolso na esperança de escutar o seu som irritante ao receber uma resposta de Baekhyun, mas nada assim acontecia. Aproximamos do pátio externo da escola, no centro dos prédios um lugar não muito grande, porém o suficiente para receber aqueles alunos que formavam uma roda. Alguns alunos murmuravam coisas que eu não conseguia entender, o medo era tanto que minha capacidade de interpretar o que diziam estava longe de meu controle.

A única coisa que fiz naquele instante foi me colocar entre as pessoas, me perdendo de Min Seok. Fui empurrando alguns alunos e assim chegando ao centro das atenções, o meu sentido estava certo. Suspirei desejando que aquilo não fosse real. Era aquele garoto daquela noite, alto e esguio que tinha a ignorância e ironia sob seu olhar, ele segurava o pescoço de Baekhyun o apertando, o rosto de meu irmão já estava completamente roxo e poderia em pouco tempo desmaiar sob suas mãos. Corri até ele vindo por trás, fiz uma chave ao redor de seu pescoço o fazendo soltar de meu irmão. Os gritos dos jovens que assistiam a cena eram extasiantes para mim, uma droga. Apertei o braço ao redor de seu pescoço sentindo seus tapas em meus braços, passando a perna direita sobre as suas o fiz cair no chão soltando de si.

Segurando sua gola o virei para me olhar, um sorriso sádico escapou de meus lábios, agora eu me lembro o motivo de ser tão persistente em me tornar um lutador de box. Segurando sua cabeça a bati contra a minha, mas o garoto parecia agir de forma natural, o corpo humano agindo por seu reflexo, seus braços se moviam para me afastar de si. O vendo naquela situação patética o deixei de lado e fui até meu irmão que estava sendo socorrido por Min Seok, minha cintura fora puxada e pela posição dos braços sabia que era aquele garoto novamente. Joguei meu cotovelo direito contra sua barriga o fazendo se curvar, o pisada em seu pé e a cotovelada na virilha o faria ficar mais curvado ainda, fechei dando-lhe um soco na mandíbula onde perdeu o equilíbrio e caiu no chão desnorteado.

- Chega!

Um homem de meia idade usando terno surgiu fazendo os alunos que assistiam aquela confusão saírem correndo. Suspirei o ignorando indo até meu irmão o ajudando a se levantar, vendo-o sorrir em agradecimento.

- Quero todos na minha sala agora.

- Quem é ele? - Sussurrei para o Min Seok que sorriu.

- É vice diretor, ele é quem coloca todos os alunos nos eixos. Coisa que a diretora não faz. 

Levantei-me ajudando Baekhyun a ficar de pé segurando em sua cintura, ele apenas se mantinha em silêncio enquanto seguíamos o vice diretor, XiuMin parecia concentrado em digitar algo em seu celular enquanto nos seguia, e quando ao grandão arrumador de problemas se mantinha em silêncio e com a cabeça baixa. Mas que raios de situação era aquela? O que esse garoto tem pra machucar Baekhyun daquela maneira? Ignorei entrando na sala do diretor, o mais velho apontou para duas poltronas, onde uma já fora tomada pelo garoto estranho. Sentei Baekhyun na outra enquanto esperava sermão.

- Francamente senhor Park, estive fazendo vista grossa com os outros ocorridos, mas creio que não é suficiente para mudar seus comportamentos. - O garoto apenas olhava para o lado mantendo os braços cruzados, olhei para Baekhyun que mantinha os olhos baixos, era muito tensa aquela situação. - Senhor Byun creio que seus pais ficarão decepcionados com sua conduta, escola é local de estudo e não uma boate.

Arregalei os olhos desviando para XiuMin que apenas mordia os lábios enquanto apertava o celular, está certo alguma coisa está acontecendo.

- Senhor Xiao em seu primeiro dia de aula e já arranja brigas? - Olhei para o vice que mantinha a seriedade em seu rosto, apenas suspirei fazendo uma reverência. - Seus treinadores logo estarão aqui e farei com que percam de seus horários para cumprir castigo, e caso não cumpram, podem esquecer a vaga nessa escola.

O vice diretor começou a preencher papeis, enquanto esperávamos pelos treinadores. XiuMin digitou algo em seu celular e virou a tela para mim ler, aproximando do visor pude entender a sua frustração. Pelo visto Yixing era um treinador que não dava segundas chances, por um lado fico contente que ele faça isso, digo pelo menos dá uma segunda chance para seus lutadores, mas...parecia também ser bem severo quanto á isso. A porta fora aberta mostrando três pessoas diferentes. Yixing me olhou e olhou para XiuMin enquanto suspirava baixo, o segundo rapaz com cabelos caramelados e um sorriso calmo no rosto, o que me deu um pouco de medo, a terceira pessoa era alta e tinha cabelos loiros, não parecia ser sul coreano, talvez...japonês? Não saberia dizer.

- Por favor garotos. - O vice se colocava em pé - Quero medidas a serem tomadas. Sr. Yifan sei muito bem que seus treinos são bem severos, mas devo lembrar que existe um campeonato na próxima semana e duvido muito que um jogador seu deveria estar metido em brigas.

- Acredito senhor vice, que tenha uma boa desculpa. - Respondia o rapaz com uma voz grossa, me encolhi ao lado de XiuMin enquanto observava aquela cena.

- Espero, se não arranjarei uma para que sejam desclassificados. Podem sair.

O rapaz alto apenas puxou o colarinho da camisa do outro garoto o puxando para fora, olhei para Baekhyun que soltava um suspiro baixo, enquanto mexia as mãos nervoso.

- Sr. Kim, - Voltava a falar o vice. - O que devo dizer á respeito de namoros na escola?

- Então aplique um castigo á Baekhyun senhor. O time de futebol não tem nada relacionado á vida privada.

- Quero que Bakhyun fique encarregado de limpar as quadras depois do treino, e quero que isso seja relatado.

- Sim senhor.

- Senhor Xing, creio que seu novo membro não conhece as regras aqui da escola, faça com que ele entenda. Agora saiam da minha sala.

Saímos da sala tenebrosa, como eu havia dito em minha mente, por algum motivo aquele lugar me deixou tenso. Baekhyun se encostou em meu braço formando um bico em seus lábios, apenas ri mexendo em seus cabelos enquanto os dois treinadores conversavam sobre algo. Seguimos o caminho entre os corredores até chegar em uma porta totalmente branca, assim que adentramos notei ser a enfermaria. Baekhyun se sentou ali e logo foi atendido pela enfermeira.

- Sinceramente Baekkie, tome mais cuidado sabe como Chanyeol é, e isso me dá dor de cabeça no final das contas.

- Mas...aish. - O garoto resmungava enquanto tinha suas feridas limpas. - Ele acha que tem algum direito de falar comigo depois do que fez.

- Seja lá o que for, espero ter uma boa explicação. - Disse olhando o mais novo que corava.

- De qualquer modo. - Yixing tomou as rédeas da conversa enquanto cruzava os braços, senti um arrepio na espinha em notar em seus braços, ta...foco agora ne. - Luhan tente ter mais cuidado, não podemos levar nenhuma advertência se não o clube já era. E quanto á você Min Seok poderia ter controlado a situação, fique mais atento á isso e me chame antes de bancarem os valentões.

Encostei na parede enquanto Baekhyun era cuidado, os demais haviam voltado para sala, e quanto a mim queria explicações. Não sou de arranjar briga, e muito menos brigar por causa de alguém. Sei que Baekhyun saberia se defender, mas poxa se eu não fizesse nada me sentiria muito mal. Com certeza iria ouvir muitas broncas da mamãe assim que chegarmos em casa.

❖----------------------------------❖

Nenhum comentário:

Postar um comentário