{Seulement Vous} Capitulo 5

Fanfic / Fanfiction Seulement Vous - Capítulo 5 - Capitulo 5
12 de abril
- Está me dizendo que foi beijado pelo líder alfa dos Zagan?
Min Seok olhava para o amigo que corava levemente com a pergunta, após de ter relatado todo o ocorrido. Bebendo um gole do café com leite que havia comprado em um mercado antes de ir para a escola, o ômega apenas suspirava e sorria largo para o vice-presidente que ainda o olhava surpreso.
- Eu só não sei o motivo dele ter feito isso.... mas eu gostei sabe.
- Óbvio que gostou, foi beijado por quem gosta!

O menor puxava as pernas sobre o banco e olhava para o presidente que fazia uma leve careta. Talvez o beijo tivesse sido alguma peça pregada por seu cérebro, ou pior alguma brincadeira de mau gosto. Passou o final de semana imaginando as diversas hipóteses que levaria Yi Xing a lhe beijar. Fora um simples selar, se quer um abraço ou palavras foram direcionadas para que o ômega soubesse o que se passava.
- Mas o que aconteceu depois?
- O telefone dele tocou, e ele apenas saiu para atender – Jun Myeon mexia na tampa do copo de forma distraída, olhando para o amigo enquanto suspirava baixo – E o Jong Dae estava por perto, ele apenas me olhou e logo se virou pra fogueira.
- Será que ele viu?
- Provavelmente – Imitando do amigo, o ômega ajeitava as pernas no banco, ficando próximo ao vice-presidente – Sabe eu fiquei me perguntando, se isso não estaria envolvido na disputa entre eles.
- Acha que o Yi Xing te beijou por saber que o Jong Dae gosta de você?  - Fazendo um leve bico nos lábios, o outro ômega apenas segurou o rosto do amigo e o olhava seriamente – Pare de pensar besteiras Myeonnie, você foi beijado!
- Mas...
- Se quiser saber o motivo que o levou a te beijar – Cruzando os braços, Min Seok abria um pequeno sorriso – Vai ter que perguntar á ele.
Jun Myeon olhava para o copo e bebia um gole da bebida morna, enquanto sabia que não teria nenhuma coragem para ir falar com Yi Xing. Suspirando, os dois rapazes seguiam para suas salas, prontos para uma nova semana de aulas teóricas.
Jong Dae sorria largo olhando para a tela do celular, por mais que amasse Yi Xing sentia inveja de todo o amor e atenção que ele recebia de seus pais, a vida complicada de uma família que o alfa suportava logo seria esquecida quando conseguisse conquistar o ômega que lhe dera atenção. Suspirando baixo passou pelos portões da escola passando os olhos de forma rápida pelo pátio, sabia que naquele dia o líder do Zagan não estaria ali para lhe incomodar, sendo assim o caminho estaria livre para conquistar Jun Myeon.
Caminhando pelas árvores olhou para os galhos mais altos, encontrando um alfa. O garoto era alto com cabelos descoloridos e poucas tatuagens pelo corpo, típico do melhor amigo de Yi Xing. Conhecia aquele garoto, Park Chanyeol, um rapaz brincalhão quando estaria descontraído e briguento quando estaria com raiva. Já teria o visto algumas vezes em sua casa,”ah o garoto que gosta do Baekhyun”. O sorriso ligeiramente malicioso brotou nos lábios do alfa dos Phenex, que não parava de olhar a tela do celular já imaginando o quão longo seria o seu dia. Deslizou os dedos pela tela do aparelho logo sorria enquanto voltava a caminhar para sua sala de aula.
- Ah é o Jong Dae, escuta as roupas que o Xing mandou levar.... se quiser eu posso levar já que é caminho.
O horário de almoço deixava o refeitório completamente cheio de zumbidos e de movimento, Jong Dae havia passado pela porta junto com os seus amigos, mas parou podendo assim procurar duas pessoas que seriam essenciais para o seu dia. Segurando o envelope amassado, encontrara o alfa de cabelos descoloridos, o sorriso largo surgiu quando via o mesmo cabisbaixo sem comer o pedaço do salgado em seu prato. Em passos rápidos o líder dos Phenex atravessava o refeitório passando por trás de Chanyeol, deixando o pequeno envelope sobrecair em sua frente. Logo em seguida cruzava os olhos pelo refeitório novamente, encontrando o ômega que comia e conversava com o colega do grêmio, não tardando em seguir em sua direção.
Pousando as mãos em seus ombros o alfa ria em ver a face ruborizada do presidente do grêmio, que se encolhia olhando em volta, averiguando se alguém teria visto o ato. Sentando-se ao seu lado, acenou para Min Seok e logo voltou-se para Jun Myeon que o olhava curioso.
- Eae Myeonnie, o que vai fazer depois da escola?
- Por que, quer me levar pra sair? – A risada debochada do ômega logo fora abafada pelo salgado que comia de forma faminta, talvez evitar que um estomago roncasse de fome não fosse muito tentador.
- Ah não, na verdade quero te levar para te decepcionar, o que acha?
- Ai céus, - Sussurrava Min Seok rindo baixo, logo se levantando da mesa – Vejo vocês depois.
Jun Myeon fizera um bico nos lábios ao ver o amigo deixando-o sozinho com o alfa, era desconfortável imaginar que Jong Dae gostava de si e isso poderia resultar em mais bagunça do que já tinha presenciado nas ultimas semanas. Limpando os lábios com o guardanapo, o ômega se virou para o alfa e cruzou os braços.
- O que pretende me mostrar dessa vez?
- Bom...Lay não veio para escola hoje, e por algum motivo ele me pediu para levar roupas.
- Roupas? – Inclinando a cabeça o ômega logo se inclinava de forma curiosa, achava estranho a rivalidade dos garotos, e agora o alfa parecia com roupas de Yi Xing, isso aumentava cada vez mais a duvida do ômega – Qual a relação de vocês?
- Não sabe? – O olhar surpreso de Jong Dae fez com que o presidente corasse e negasse com a cabeça, soltando uma risada baixa o alfa apenas balançou as mãos – Somos.....parentes. Enfim, vai me acompanhar?
- Estou sentindo cheiro de briga Jong Dae – Ajeitando de sua camisa o ômega olhou por cima dos ombros do alfa, pronto para se levantar e seguir para a sala de aula, porém se surpreendeu em ver o rapaz que Baekhyun haveria comentado, o rapaz que o seguia o tempo todo, e que no momento não tinha uma boa fisionomia, apenas se aproximando com passos pesados e olhar raivoso. – Devo me preocupar?
- Jong Dae!
O alfa se virou e sorriu largo em ver Chanyeol segurando o envelope, se ajeitando no banco para poder ver os dois rapazes perto de si, tudo o que o alfa fizera fora manter o sorriso.
- Digamos que há algo que vocês precisam saber, e eu estou super disposto a mostrar. – Chanyeol dera um passo á frente e se preparava para dizer algo, porém o outro alfa fora mais rápido em se levantar e sorrir debochadamente para os dois – Estarei esperando no portão da escola ás sete da noite, não demorem.
Chanyeol apertava o envelope em suas mãos e suspirava baixo enquanto olhava para a janela. Não suportando os pensamentos que lhe corriam pela mente, tudo o que fizera fora deixar o refeitório após Jong Dae. Jun Myeon permanecia sentado e suspirava, por mais que pensasse em mil e uma possibilidades, sabia que tudo isso era uma briga entre os dois alfas e que agora envolveriam duas pessoas inocentes. Levantou-se do banco e rumou para a sala de aula enquanto pensava se deveria ou não seguir Jong Dae.
Jong Dae carregava uma mochila esportiva sobre o ombro e se aproximava dos portões da escola, caminhava calmamente como se o dia ainda prometesse mesmo em seu final. O relógio marcava exatamente as sete da noite, e de longe conseguia ver um Chanyeol escorado na parede, com os braços cruzados cabeça baixa e olhos fechados, ao seu lado um pouco distante, Jun Myeon que observava o céu de forma distraída. Sabia que a curiosidade movia aqueles seres, parando em frente á esquina apenas assoviou, chamando a atenção dos dois rapazes que o esperava.
- Hey, vamos.
Os dois garotos despertaram do devaneio e logo seguiam Jong Dae pela rua deserta, sem fazerem perguntas apenas subiam a rua para irem ao bairro nobre que ficava ao lado da escola. Casas grandes e bem cuidadas deixava Jun Myeon boquiaberto, sua casa era pequena, porém aconchegante, as que via naquela rua pareciam sair de contos de fadas modernos. Chanyeol por outro lado reconhecia muito bem a rua, e suspirava ficando cada vez mais nervoso ao passo que se aproximavam do destino.
- O que deveria me decepcionar?  - Sussurrava Jun Myeon enquanto caminhava, envolvendo Yi Xing poderia ser que o garoto é extremamente rico e que está com problemas ou algo do tipo.... Mas a forma como se sentia ansioso fazia imaginar que poderia ir além.
Jong Dae nada falava, apenas ajeitava a mochila em seu ombro e seguia a rua a qual já percorreu diversas vezes. Por alguns minutos caminharam e os passos diminuíam até pararem de vez em frente a um sobrado rústico. Era bonito e trazia um ar de natural, Chanyeol simplesmente mordia o lábio e farejava o ar já sentindo que coisa boa não viria.
- Mas...essa é a casa do Baekhyun. – Sussurrava Jun Myeon olhando para a casa em seguida para Jong Dae.
- Exatamente.
Chanyeol rosnara baixo, corria em direção da casa pulando em uma grandiosa árvore que havia em frente á algumas janelas do sobrado, ficando em cima de um galho, ele olhava atentamente para a janela e paralisava. Jong Dae e Jun Myeon caminhavam lentamente para o gramado, ficando perto de outras árvores que havia ao redor. O ômega logo olhando para a mochila, se virou para o alfa e o olhava de forma esperançosa.
- O que está acontecendo? O que eu deveria estar vendo?
- Chanyeol – Apontava Jong Dae para o rapaz alto que olhava raivosamente para a janela – Gosta do Baekhyun já faz três anos, a mesma história que você, ele também passa. A diferença é que ele é do tipo stalker silencioso.
- O que seria um stalker silencioso?
- Ele vem todas as noites para cá ver Baekhyun dormir, ele o segue sem que o moleque saiba – Sussurrava Jong Dae arrumando a bolsa no ombro – E ele sempre contou ao Yi Xing sobre seus sentimentos.
- Não me diga.... – Jun Myeon olhava para cima e depois para a mochila novamente, já sentia o peito apertar.
Seguindo em direção á arvore onde o outro alfa estava, Jun Myeon escalava os galhos para chegar perto do rapaz de cabelos platinados. Mesmo que alguns pedaços da madeira roçassem em sua pele e o machucasse minimamente, o garoto continuava a subir até se equilibrar no galho grosso cheio de folhas. Baekhyun estava ausente por conta do seu cio, e Yi Xing teria simplesmente ido embora depois de ter-lhe dado um selar. Coincidência até demais. Desviando o olhar para a janela, depois de respirar fundo e controlar seus pensamentos, arregalou os olhos para o que via.
Já havia imaginado como seria a sua primeira noite em um cio com alguém que amasse, admitia para si mesmo que já imaginou as cenas com Yi Xing durante seus cios solitários. Mas o que via parecia tirar sonhos, sentimentos, emoções e até mesmo o sentido da realidade de seu corpo e mente. As mãos grandiosas de Yi Xing abrigavam o corpo nu de Baekhyun. Os gemidos alto do ômega podiam ser ouvidos no lado de fora de forma abafada, Jun Myeon suspirava e apertava as folhas próximas as suas mãos, enquanto observava o prazer estampado nos rostos daqueles dois seres.
Apoiando a mão no galho, o ômega tentava se aproximar cada vez mais. “Não pode ser o Baek...não”, os olhos que começavam a lacrimejar apenas dificultava de sua visão para comprovar quem seriam eles. Chanyeol desistira de ver a cena, ou apenas teria visto o suficiente. Pulando da arvore seguiu para uma outra mais afastada onde poderia por os pensamentos em ordem. Mas o ômega permanecia ali, sempre pensou que Yi Xing sentiria de seu cheiro á distância e que logo sentiria naquele momento, mas na verdade eles estavam completamente possessos no sexo que faziam, e se quer haviam percebido que estavam sendo observados perante o ato tão carnal.
Erguendo de seu joelho para se aproximar, Jun Myeon acaba por escorregar do galho e cair da árvore, sendo segurado pelos braços fortes de Jong Dae que não tinha mais do sorriso brincalhão no rosto.
- Eu disse que iria se decepcionar. – Colocando o ômega em pé, passou a mão por sua roupa tirando as madeiras e folhas que estariam grudadas em si, suspirou baixo e segurou a mão do menor, que mantinha os olhos arregalados e marejados.Já estariam ali alguns minutos, logo a presença seria reconhecida pelos donos da casa. Apertando da campainha da casa se virou para o ômega segurando de seu rosto delicadamente – Fique atrás de mim se não quiser ser visto desse jeito.
Virando-se novamente, Jun Myeon apenas ficara atrás do alfa que recuara alguns passos para longe da porta. A porta de madeira fora aberta por uma mulher de meia idade que cumprimentara gentilmente o alfa, o mesmo erguera da mochila e sorria da melhor forma possível, enquanto a mulher se retirava para chamar o outro, Jong Dae olhou por cima do ombro vendo o menor encolhido atrás de si sem encostar, e Chanyeol apenas sentado no galho da árvore com os braços cruzados e fisionomia brava, olhando atentamente para a porta.
- Ah que merda heim – Sorria largo olhando para a porta onde um Yi Xing surgia apenas com a calça de moletom preta.
- Demorou para me trazer. – O rosto nada contente do alfa fez o sorriso malicioso de Jong Dae crescer cada vez mais. “O que posso fazer... isso apenas me dá uma vitória esmagadoramente deliciosa” – Trouxe o que eu pedi?
- Me diga, como é dormir com Byun Baekhyun em pleno cio? Ele é violento?
- O que? – Cerrando o cenho, Yi Xing apenas pegou da sacola e olhava dentro – Sabe que isso não te interessa.
- A mim com certeza não, mas á ele sim,
Não dera tempo de Yi Xing perguntar o que seria aquilo, o soco em sua mandíbula fora o suficiente para que despertasse da entorpecencia do cio e sentir o cheiro alterado de Chanyeol. Olhando surpreso para o mais alto, se quer se levantou, seu pescoço era apertado pelo alfa que já tinha suas pupilas completamente dilatadas.
- Como você ousa se chamar de amigo seu bastardo! – Desferindo de outro soco, o alfa maior segurou pelos ombros o fazendo se levantar consigo. Olhando para Yi Xing e sentindo o cheiro de Baekhyun em sua pele o fazia perder o sentido cada vez mais. – Vou fazer você ir pro inferno.
- Xing? Por que demora?
Os três se direcionaram para um Baekhyun parado na porta, apenas usando uma camisa de Yi Xing. Chanyeol soltou do alfa ainda surpreso e suspirava baixo passando a mão pelo cabelo platinado. Olhou para Jong Dae e logo percebia a presença de Jun Myeon, que deixava as lágrimas rolarem por seu rosto ao ouvir a voz do melhor amigo.
- Ou talvez o inferno já tenha chegado e você – Chanyeol olhava para Jong Dae que sorria como se nada tivesse acontecido – Fosse o próprio capeta.
Baekhyun se aproximava sem entender o que acontecia, apenas olhava para o alfa de cabelos platinados de cima a baixo se perguntando o que raios se passaria em frente de sua casa. Porém Yi Xing olhava para Jong Dae como se uma raiva crescesse em si o fazendo se esquecer do cio que estava por vir. O outro alfa apenas rira baixo, se deliciando de ver o líder dos Zagan cair no buraco que o próprio teria cavado. Entretanto seu sorriso se dissipou quando sentiu uma testa encostar de forma derrotada em suas costas, a camisa logo pesava minimamente, e sentia um frescor no tecido. “Ele está chorando”.
- Bom já fizeram o que tinham que fazer, podemos voltar? – Baekhyun puxava o braço de Yi Xing, e somente com o vento que soprava as folhas, carregou-se o cheiro sutil e doce que não havia sendo notado pelos demais. O ômega se virou olhando para Jong Dae, da mesma forma que Yi Xing observava surpreso o alfa que ficava mais nervoso depois de, também, sentir o cheiro de Jun Myeon – Quem mais você...trouxe Jong Dae?
- Eu? – O olhar levemente perdido do alfa não dava lugar para o sorriso, agora que as mãos do ômega apertavam sua blusa para que não fosse revelado a sua presença. Estava perdendo o controle simplesmente, era como se sua mente esvaziasse completamente e tudo o que pensou ser uma diversão se tornava um pesadelo. Apenas queria afastá-los de forma que não houvesse chance de voltarem, mas Jong Dae esquecera da parte em que Jun Myeon poderia não desejar se relacionar, por sentir o coração partido – Não há...ninguém.
- Quem você trouxe – Sussurrava Yi Xing dando um passo a frente, instintivamente Jong Dae recuou um passo e olhou para Chanyeol.
- O passeio da decepção já chegou ao seu fim, vamos deixar os pombinhos voltarem pro coito.
- Não – Chanyeol sorria maliciosamente puxando Jong Dae para o lado, revelando um Jun Myeon com o rosto avermelhado e molhado com os  olhos inchados e punhos cerrados no ar. – Oras vamos lá, o baixinho também precisa ter sua presença marcada nesse festival.
- Myeonnie? – Baekhyun dera um passo em direção do amigo, que recuou vários outros enquanto o olhava fervorosamente. – N-Não é o que pensa.
- Me tira daqui – Sussurrava Jun Myeon olhando para Baekhyun, deixando as lágrimas grossas marcarem seu rosto. Virando seu rosto para olhar Jong Dae, respirou fundo e logo aumentou de sua voz – ME TIRA DAQUI AGORA!
- Jun Myeon, eu... – Yi Xing segurou o braço do ômega, mas Jong Dae o segurou para afasta-lo deixando o mais velho com a surpresa estampada em seu rosto.
- Com licença, tenho que levar ele pra casa.
Jong Dae abraçou os ombro de Jun Myeon e fez sinal com a cabeça para Chanyeol que apenas o seguiu para fora da residência, deixando tanto Yi Xing quanto Baekhyun, atordoados com a situação inesperada.
Nenhuma palavra fora proferida durante o percurso, Jun Myeon limpava o rosto e olhava em volta tentando trazer sua fisionomia saudável de volta, para que seus pais não suspeitassem de nada. Chanyeol pensava em muitas coisas, com as mãos no bolso seguia os dois rapazes até chegarem em frente á casa do presidente do grêmio. Jong Dae não proferiu muitas palavras, sabia que elas não iriam adiantar de nada e que tudo o que era necessário seria tempo. Uma situação completamente delicada e que seguiu exatamente o que havia imaginado. Olhando de relance para o ômega Jong Dae poderia dizer que ele estava bem, mas sabia que o brilho peculiar havia simplesmente desaparecido. Não poderia apenas deixá-lo daquele jeito para se destruir, e não iria fazer isso pensando em conquistá-lo, mas realmente tinha a necessidade de ficar consigo. Apenas se despedindo dos rapazes, seguia seu caminho para a sua casa, pelo menos uma noite de sono lhe seria o suficiente. O alfa platinado ficou a olhar para o ômega a sua frente e suspirava passando a mão por sua nuca, sabia o que se passava e para si tudo era irreal.
- Vai ficar bem?
- Hm? – O ômega olhou para o mais alto e sorriu brevemente enquanto assentia – Vou sobreviver.
- Ligue pro teu amigo gordinho – Pousando as mãos no bolso, Chanyeol assentia enquanto pensava – E peça para ele ficar contigo essa noite.
- Mal te conheço e já está a se preocupar?
- Se depender de mim eu volto para matar – Sussurrava o mais alto, olhando seriamente para Jun Myeon que suspirava. – Com certeza eles vão voltar amanhã.
- Não sei como...reagir diante deles.
- Ficarei contigo, e aposto que o Mané do Jong Dae também – Virando-se de costas Chanyeol apenas acenara para então seguir o seu caminho para casa.
Jun Myeon apenas ficou a olhar o rapaz cruzar a rua e desaparecer de seu campo de visão, somente então entrou em casa cumprimentando os pais e seguindo para o seu quarto, não pensando no que seria o dia seguinte, apenas tinha em mente o que havia visto naquele noite, e queria saber todos os detalhes possiveis. Segurando do celular que já apitava com ligações de Baekhyun, tudo o que fizera fora bloquear de seu numero e discar o de Min Seok. Os toques foram curtos, logo a voz abafada do vice-presidente ressoava pelo aparelho.
- Alô?
- M-Minnie, e-eu ainda posso confiar em ti?
- O que houve? Espera, está chorando?
- Há quanto tempo você e o Baekhyun sabem dos meus sentimentos?
- Hum...três anos? Lembra, lemos seu diário sem querer. E desde então você nos conta as coisas. Por quê?
- Há quanto tempo você sabia que Baekhyun e o Yi Xing se encontravam em períodos de cio?
13 de abril
Era a primeira vez que se sentia receoso em entrar no grêmio estudantil, mesmo segurando o copo descartável cheio de café com leite, nada diminuía de sua ansiedade. Respirando fundo abriu a porta e encontrou os dois ômegas á sua espera, mantendo a fisionomia relaxada e a respiração controlada, bebeu um gole da bebida e se dirigiu para sua cadeira, onde em frente havia uma mesa cheia de folhas. Baekhyun ficou a olhar o amigo e mordia o lábio inferior, nervoso em perder a amizade do ômega, porém sem receber do olhar do mesmo sabia que ele estava bravo.
- Bom dia rapazes, o que temos para hoje?
- A-Ahn – Min Seok conseguia sentir a atmosfera tensa que havia entre os dois amigos. Na noite anterior ficara completamente surpreso em saber que Baekhyun simplesmente agia pelas costas do presidente. Nunca imaginou que isso ocorreria, e até mesmo sentiu-se extremamente mal ao ouvir o choro de Jun Myeon abafado pelo telefone – Começamos a organizar a viagem de formatura, ainda não temos uma data.
- Pensamos em fazer no final do ano próximo ao baile de formatura. – A voz de Baekhyun soava baixa e medrosa, olhava o tempo todo para o amigo que simplesmente analisava as folhas enquanto bebia de seu café.
- Uma fonte termal em estilo japonês – Sussurrava Jun Myeon olhando a proposta – Quero que seja feita durante as férias de verão, ficaremos uma semana e meia, é o suficiente.
- Quer adiantar a viagem? Mas por quê? – Min Seok puxava a caneta do bolso pronto para anotar o que o presidente havia pedido, mas sabia que a escolha era repentina demais para o presidente do grêmio.
- Tenho outras coisas á fazer no segundo semestre e não terei tempo para resolver questões de viagem de formatura. – Bebendo mais um gole do café, o presidente se levantou pegando de sua mochila – Avisem aos alunos e estipulem o prazo para três meses para o pagamento das parcelas. Boa aula rapazes.
Saindo do grêmio, se surpreendeu em ver tanto Jong Dae quanto Chanyeol parados, encostados na parede a sua espera. Arqueando a sobrancelha apenas aproximou-se dos dois e sorriu de lado.
- Espiando o grêmio, muito esperto da sua parte Jong Dae. – Jong Dae olhava para o presidente e surpreendia com a aparente calma que o mesmo demonstrava, abrindo um leve sorriso, deixou as mãos deslizarem pelo bolso da calça.
- To tentando pegar minha ficha e botar fogo nela, tenho chance?
- Nenhuma.
- Myeonnie! – Os três rapazes se viraram para encontrar Baekhyun parado na porta da sala do grêmio. Engolindo em seco o ômega se aproximou  parava em frente do mais velho que simplesmente o fitava friamente. – Precisamos conversar.
- Sobre? Já disse, avise os alunos e recolha o dinheiro somente isso.
Virando-se para seguir pelo corredor até sua sala de aula, porém Baekhyun havia segurado de seu pulso o impedindo de continuar a andar. Chanyeol suspirou e segurou a mão do ômega, o olhar de bravura novamente tomava seu rosto. Nunca teria imaginado ficar bravo com o garoto gentil que Baekhyun era, ou pelo menos pensava que era. Porém a noite anterior deixara as águas tão claras, que todas as impurezas foram vistas e esclarecidas.
- Suma daqui.
- Quem você pensa que é para me dizer o que devo fazer? – Sussurrava Baekhyun.
- Hey Baek – Jong Dae colocou-se em frente de Jun Myeon, peitando Baekhyun que o olhava zangado – Convenhamos, quem quer ser amigo de um cara traí? Seja apenas o tesoureiro e deixa que do Myeonnie, nós cuidamos. E avisa ao Lay....não espera como o chamou ontem? Ah sim....Avisa ao Xing que o Chanyeol agora é um Phenex.
Jong Dae envolvera os braços em torno de Jun Myeon e de Chanyeol, os guiando pelo corredor para seguirem á sala de aula, deixando um Baekhyun cerrando os punhos em frente á sala do grêmio. Min Seok, depois de averiguar que os rapazes teriam ido embora, saiu da sala e olhava para o outro ômega.
- Sabe Baek... o que o Lay fazia no seu quarto dormindo com você?
- Ham, até você está sabendo? – Baekhyun se virou olhando para o amigo, o vice-presidente apenas abriu mais a porta, um pedido silencioso de sua parte, e os dois voltaram ao grêmio onde poderiam conversar calmamente.
- Ontem o Myeonnie me ligou, ele ficou chorando por um bom tempo.
- É complicado, não estou envolvido emocionalmente com ele – Suspirava derrotado o ômega, pousando as mãos sobre a mesa onde brincava com os dedos para diminuir sua tensão – Não importa o que eu diga, ele não vai acreditar em mim não é?
- Eu não gosto de vê-los assim, mas Baek o que fez foi realmente grave. Eu sei que no cio a gente perde a cabeça, mas poxa logo o Lay?
- Eu te conto o que sei, e você me ajuda com o Myeonnie...por favor.
Suspirando derrotado, Min Seok se via em uma situação complicada e tensa. Assentindo, puxou a cadeira mais próxima do amigo e logo o ouvia atentamente.
Era estranho ficar ao lado de Chanyeol e de Jong Dae, os dois rapazes eram conhecidos por toda a escola por serem de gangues opostas. Não foram poucas as vezes em que Jun Myeon fora para a diretoria resolver briga entre os dois alfas. Por isso, os dois estando lado a lado no momento chamava a atenção de todos os alunos, inclusive de Yi Xing, que observava de longe junto aos seus supostos amigos. Chanyeol resmungava o tempo todo, e resolvera subir em árvore, enquanto os outros dois se juntavam a ele, escondendo-se entre as folhagens para ficarem em paz.
Jong Dae havia ficado mais próximo do presidente naquele dia, já poderia sentar mais perto e até mesmo lhe tocar ás vezes, de forma descontraída. Sentando-se no galho ao lado de Jun Myeon, e abaixo de Chanyeol, o alfa pode contemplar a visão da escola toda, sem ser notado pelos estudantes.
- Por que quer adiar a viagem? – Sussurrava o alfa, Jun Myeon olhou surpreso para o líder dos Phenex e logo rira baixo, lembrando que o mesmo era sorrateiro quando queria.
- Porque chegou uma carta para mim. – O ômega balançava as pernas e suspirava enquanto olhava os prédios da escola. – Depois que terminei de falar com o Minnie, minha mãe me entregou a correspondência. Era de uma universidade no exterior.
Jong Dae olhou para Jun Myeon de imediato, prendeu a respiração por alguns minutos e suspirou em seguida em ver o sorriso derrotado do ômega. Com certeza isso irá significar uma saída.
- Mas...vai terminar a escola.
- Do que me adianta ficar aqui? – Olhando para o alfa, o ômega deixou o sorriso de lado e deixou que os olhos tristes marejarem com suas lágrimas. – Meu diário foi exposto, eu ainda recebo cartas falando que eu deveria morrer, meu melhor amigo passa o cio com o cara que eu gosto á anos... se eu continuar, o que mais vai acontecer? O que mais eu irei descobrir? O que mais eu irei perder.
- Falta perder a virgindade – Comentava Chanyeol, que resultou em uma risada entre os três rapazes.
- E onde é essa universidade? – Jong Dae mantinha a voz baixa, não conseguia encarar o ômega, sentindo de seu coração pesar por um tempo.
- Inglaterra. Ficarei em Londres. – O ômega se espreguiçara e retirava o casaco que usava já sentindo suas costas suarem pelo calor, espalhando seu aroma para os dois alfas, que lhe olhavam atentamente. - Ontem eu mandei uma resposta, e provavelmente o curso preparatório esteja á minha espera.
O ômega pulou da arvore ao ouvir o som do sinal que faziam os alunos retornar ás classes, logo Chanyeol foi em seguida deixando apenas um alfa sobre a arvore, com as finas lágrimas escorrerem por seu rosto.
- Não vá.
❖❖

Nenhum comentário:

Postar um comentário